Páginas

Pesquisar no blog

Traduza

sábado, 2 de março de 2013

Apenas um conto

       Olá galera.Vou voltar agora trazendo meu primeiro verdadeiro post do ano,bem,vai ser um dos mais fuleiros[rsrsrs], mas vamos lá,nesse post vou mandar apenas um tipo de conto feito por mim,que no final ficou meio infantil,mas,espero que vocês curtam!!!
       Fora apenas uma história,uma história de terror,história da minha história,só mais um conto de horror.Contos são tão antigos,já não têm nenhum valor,mais antiga é a história,que aqui eu vou compor,história que conto não é,é apenas um aviso,para as pessoas que têm fé,se manterem protegidas.Quando olho para noite,a lua não posso ver,porque lua é luz,mas só a sombra eu posso ter.Toda noite a vagar, espreita pavoroso ser,anda na madrugada, buscando novamente a vida que outrora iria viver.Vaga sob a lua cheia, na maldição do procurado,a sede o maltrata, a fome o caça, mas caçador é seu legado.Essa é sua história, desse monstro exilado,que pela dama da floresta fora transformado.
       Era jovem,era só,não queria a própria vida,uma existência que dava dó.Um dia ele se cansou,quis viver no diferente,continuaria sozinho,mas agora estaria contente,buscou não mais o bem,mas um mal quase inexistente.Tanto ele queria,que tal poder o corrompeu, e de tudo que era normal,ele só buscava o sobrenatural.
       Uma antiga lenda chamou sua atenção,uma dama na floresta,maga da escuridão,senhora da antiga era, de seus problemas a solução,fim do sofrimento,dos desejos mundanos,fim do argumento,de ser apenas humano.E na noite de Dezembro,fria e sombria,só havia o silêncio,e na mata se perdia,apenas um garoto,não sabia o que fazia,mas o medo o corrompeu,medo de uma vida vazia.Gritou e gritou, resmungou,se cansou,desistiu e se sentou,e mais um pouco esperou,e uma sombra finalmente o chamou, sombra que estranha luz emanava,como o prata da lua,mas ainda calada,em sua mente o chamava.
        "Ah!Estranha de brilho pálido e sombrio,guia-me ao meu novo grande destino,guia-me que eu te sigo,dê-me tudo que preciso,e farei tudo que pedires,e no pacto dos pactos selaremos meu destino",A senhora a tudo ouvia,e na mente do garoto insistia e repetia,"siga,que terás o que deseja",e o garoto "Que assim seja!".
       Diante da água ele parou,e ela afundou,o manto negro flutuou e o branco restou,o brilho prata virou luz clara,e o ser sombrio Luna se tornara.Deusa mansa e bela,forte e seleta,que escolhera o garoto para sua morte certa.
       Com sua voz ela falou,e o garoto se encantou,ele a seguiu por mar e no fim se afogou,ela o levou a terra,com um toque apenas ela o abandonou,dizendo em seguida,"seu desejo foi uma ordem,és agora o que queria,tornou-se a escória,e eu,deusa,tenho em mãos toda sua glória".
       O jovem acordou,e passados doze dias ele se libertou,ele não vê luz,ele não vive nem morre,ele vaga eternamente,apenas a lua prateada brilha,e agora tudo que busca é sua dona,Luna,sua Rainha bondosa e fria!
       Vou ficando por aqui,logo chegam novos posts e começo a mudar o blog,até mais galera!
                                                                                                                   R.F.Moreira.




sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Chapelzinho Macabro

       Olá galera,desculpem eu ter tido alguns problemas essa semana,mas estou de volta com uma historinha que achei interessante,sobre a chapelzinho vermelho original,ou com final triste e de terror...Confiram.
       A história má da clássica chapeuzinho vermelho,uma versão Grimm malignos.
       Era uma vez uma garota que usava um capuz vermelho,que fora dado de presente por sua avó,e que ela não tirava para nada,tanto que era conhecida como chapelzinho vermelho.
       Um dia a mãe de chapelzinho,sabendo que a avó estava doente,mandou a menina levar uma cesta com bolos e doces até a casa dela,advertindo-a dos perigos de ir pela floresta e mandando-a ir pelo rio,pois naquela floresta havia uma besta grande e má.Ela não retrucou e seguiu seu caminho.
       O caminho do rio era o mais longo,então a garota começou a colher flores para se distrair,no entanto ela se distraiu demais e acabou entrando na floresta.E a besta já espreitava,até que ela surpreende a menina surgindo da mata,na forma de um lobo grande e horrendo,dizendo:
        —Aonde vai garotinha?
        —Vou na casa da minha avó,na primeira casa depois da floresta,porque ela esta doente e vou levar uns doces para ela—falou sem desconfiar de nada—Por quê senhor lobo?
        —Nada—disse o lobo esperto—é porque sou um protetor dos viajantes da floresta,e não posso te deixar sozinha aqui!
        —Minha mãe disse que aqui há uma fera horrível.
        —Por isso vou ir na frente,e te livrarei de todo o mal.
       E o lobo saiu desesperadamente,correndo para chegar logo na casa da vovó,e executar seu plano maligno.Ao chegar lá o lobo matou a vovó,cortou e preparou sua carne,comeu bastante,colocou o sangue dela em uma taça,e deixou um pouco,depois se vestiu com as roupas da velha e deitou-se na cama,a espera da chapelzinho.
       Quando a garota chegou,bateu na porta,e o lobo disfarçando a voz mandou-a entrar,ofereceu-lhe comida(a carne e sangue de sua avó),ela comeu,então o lobo mandou-a se despir e ir deitar com ele e jogar suas roupas no fogo(para ele não ter que engoli-la com roupas e tudo),e ela ingênua fez tudo que ele pediu.Então começou a peguntar:
       —Que olhos grandes você tem?
       —É pra te olhar melhor!
       —Que nariz grande você tem?
       —É pra se cheirar melhor,minha querida!
       —Que mãos grandes você tem?
       —É pra acariciar melhor!
       —E que boca grande você tem?
       —É para te comer melhor!!!
       O lobo se revelou para a menina e ela correu desesperadamente com ele atrás,até que a garota desiste de correr,o caçador das histórias infantis não aparece(e em alguns casos diz-se que o caçador era amante da mãe de chapeuzinho,e estava ocupado num encontro com ela),a garota foi devorada pelo lobo e ninguém jamais soube o que houve com ela!
                                                                  Fim.
       Bom,deixo vocês com essa por enquanto,até a próxima galera,vou ficando por aqui!
                                                                                                                                    R.F.Moreira.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Os lobisomens Remake


       Novamente atrasado com o post,dessa vez por um só dia,peço perdão e curtam o post que agora tem praticamente tudo sobre os lobisomens em resumo,confiram...

O post completo sobre os lobisomens...
       Os lobos,animais fascinantes não acham?Quantas lendas foram criadas por medo ou facinio por eles?Quanta beleza se esconde por trás de sua voracidade?Muitos mitos, folclores,lendas e deuses giram em torno dos lobos,e dos homens,por quê não de homens e lobos unidos em um só?Mas será que nossa história já não gira em torno desses homens/lobos?Essa é a pergunta que marca história!
       Os lobisomens,filhos das lendas...Os lycans,filhos de Lycaon...Os garou,filhos de Gaia,e todos filhos da imaginação humana...Será?
       Antes de responder verdade ou ficção,conheçam agora verdadeiramente esses tão místicos seres...
       Um licantropo(que gosto de chamar de lycantropo)é o ser sobrenatural híbrido de homem e lobo,seu nome vem do grego λυκάνθρωπος,λύκος, lykos, "lobo" e άνθρωπος, antropos, "homem", originário de lendas Européias,era um ser humano com habilidade de se transformar em um lobo ou algo parecido em noites de lua cheia,e voltando ao normal novamente ao amanhecer.
       Diversas culturas possuem seres semelhantes,como o Versipélio dos romanos, o Volkodlák dos eslavos, o Werewolf ou Dracopyre dos saxões, o Wahrwolf dos alemães, o Óboroten dos russos, o Hamtammr dos nórdicos, o Loup-garou dos franceses, o arbac-apuhc da Península Ibérica, o Lobisomem dos brasileiros e da América Central e do Sul, com suas modificações fáceis de Lubiszon, Lobisomem, Lubishome; nas lendas destes povos, trata-se sempre da crença na metamorfose humana em lobo.


Características:
       São seres sempre retratados como lobos grandes ou híbridos, metade homens e metade lobos,negros,com olhos vermelhos ou amarelos aterradores,orelhas pontudas,unhas e dentes enormes,e pêlo arrepiado,como um cão raivoso.Porém,sua descrição varia de cidade em cidade,ficando difícil saber qual seria a verdadeira.
       Quando relatados na forma de lobos,são grandes,de pêlo escuro,olhos flamejantes,dentes enormes e caninos mostrando-se para fora da boca,cauda longa e rosnado forte e aterrorizante.
       Quando na forma de hibrido,é segundo as lendas,um ser grande,bem maior do que os homens,peludo e musculoso,com focinho longo,dentes afiados como facas,garras curvas,com as quais poderia destrossar suas presas,sem cauda em sua forma peculiar, com medidas de 2 a 3 metros de altura,seria uma besta rápida,forte e ameaçadora!
       Mesmo em sua forma humana um lobisomem apresenta uma serie de caracteristicas, é uma pessoa desconfiada,sempre olhando tudo em volta,é alto,magro,pálido,unhas e orelhas grandes,corpo muito peludo e sobrancelhas unidas.



Contágio:
       As formas de se tornar lobisomem são diversas,você pode:
        .Sobreviver a um ataque,pois a mordida ou arranhão transmite o vírus,ou se um lobisomem que possa se controlar(o que é raro em lendas)resolver te transformar quando em noite de lua cheia,algumas lendas dizem que o vírus só pode ser adquirido durante a lua de sangue,a lua cheia ou o Quarto Minguante(período de 3 dias após a lua cheia).
       .Pedir para ser maldiçoado por algum ser com essa habilidade,como magos,feiticeiros,xamãs,ou em poucos casos como Lycaon,por um deus.
       .E a ultima forma seria a auto-indução,ou seja,por um ritual(o qual será postado aqui como prometido).


Origens:
        A lenda do lobisomem popular vem da Europa,porém sua verdadeira origem vem de muito antes,da Mitologia Grega...Com o rei Lycaon.
    Lycaon era o rei mitológico da Arcádia ,era casado com a ninfa Cyllene, era um governante cruel, que não apenas oferecia sacrifícios humanos(homens, mulheres e crianças) aos deuses, mas também devorava carne humana em horríveis banquetes. Assim como Lycaon seus 50 filhos eram homens cruéis (menos o caçula Nyctimus), participando de suas festas macabras.
       Furioso com a crueldade de Lycaon, Zeus em pessoa o amaldiçoou e a seus filhos, transformando-os em lobos(há também mitos em que Lycaon era um deus menor,que por exigir sacrifícios humanos foi amaldiçoado),até  que desistissem da carne humana por dez anos.
       Parte dos filhos de Lycaon eram imortais, seja por seu pai ser supostamente um deus, ou por sua mãe ser uma ninfa, assim os filhos(os Lycans) se espalharam pelo mundo.
       Do nome Lycaon, surgiram os nomes licantropia e licantropo,e outra lenda diz que ele ofereceu a Zeus a carne de uma criança em um banquete, e por isso foi transformado em lobo.
       As lendas mais modernas se encontram na Europa...Com a Besta de Gévaudan.
        No Século XVI,uma besta aterrorizava a região francesa de Gévaudan,vários ataques foram relatados,e depois de muito tempo,a besta foi caçada e morta e entregue a corte de Luis XV.
       Muitos relatos de sobreviventes foram coletados,e do ponto de vista histórico a besta realmente existiu.Ele matava suas vítimas atacando a garganta com a boca,diziam ser um animal de cor avermelhada e com odor insuportavel..
       Acreditasse,segundo criptozoologos,que se tratava de uma hiena ou um mesoniqídeo (animal extinto a milhares de anos),que era um tipo de "lobo com cascos", mas nada comprovado.
       Bom,seria dai que surgiram as crenças modernas sobre o lobisomem conhecido.Na história da Besta,foram mortas não só uma,mas duas bestas,a primeira foi declarada como um lobo muito grande,que na época,supunhasse que fosse "a besta",mas duas crianças foram mortas depois,e um novo lobo foi morto,dessa vez,com uma bala de prata benzida por um padre,o que deu origem a lenda do lobisomem.       


Vulnerabilidade:
       Os lobisomens segundo as suas lendas só poderiam ser mortos por objetos de prata,o simples contato já os faria sofrer,e mais quase nada os machucaria,exceto o fogo e uma simples planta chamada Acônito ou mata-lobos(Aconitum Vulparia),que seria como a verbena é para os vampiros,além de ser venenosa aos seres humanos também.

Curas:
       A licantropia é até onde se sabe incurável,a não ser talvez pela sua libertação de sua maldição pela entidade que o amaldiçoou.No filme Van Helsing,Drácula é o único que possui a cura por proteção,e ela é conseguida através da ciência,que no caso poderia trazer a cura a um homem amaldiçoado.




Epidemias medievais:
       Durante a idade media,se tiveram relatos de epidemias de licantropia por toda a Europa,uma das possíveis causas da Inquisição,porém não pude achar informações de valor sobre o assunto,somente posso dizer o básico.
       Uma grande epidemia licantrópica se espalhou pela Europa durante os séculos XV e XVI,o que unido ao surto de bruxaria e heresia deu origem a Santa Inquisição movimento que acabou por matar milhares de pessoas,e tornar a igreja católica uma das mais odiadas por protestantes e ateus desde aquela época até os dias de hoje.


No ponto de vista cientifico:
       No ponto de vista cientifico,a licantropia não passa de um delírio ou doença mental que afeta um indivíduo,fazendo-o acreditar que pode se tornar um lobo,chama-se licantropia clinica.É um estado clinico onde o paciente acredita que pode ou já se transformou em um lobo ou lobisomem,por isso o nome.


Na literatura:
       No século XIX três romances revolucionaram o mundo licantropico na literatura, foram eles Hughes The wer-Wolf,de Sutherland Menzies,Wagner the wehrwolf,de George W.M.Reynold,oitenta anos depois um livro sobre lobisomens foi o que chamou mais atenção,The werewolf of Paris,de Guy Endore,seguido de The Wolf Man.
       Ultimamente os lobisomens vem se tornando cada vez mais frequentes na literatura, em series de livros,como The Vampire Diaries,Twilight,Underwolrd,Fúria lupina,etc.E esta garantido que permanecerão na literatura por muito tempo.



Ritual:
       O ritual a seguir deve ser realizado com total conciencia das consequencias!Não dando certeza de que funciona,pois nunca foi testado,deve-se ter cuidado.A fonte é de um livro do ano de 1865.O ritual é o seguinte:
(não se tem a tradução correta)
   Aquele que deseja se tornar um lobisomem,deve procurar na floresta uma árvore escavada para baixo,deve apunhalar com uma pequena faca de cobre, e andar em volta da árvore, repetindo o seguinte encantamento:
   No mar,no mar,na ilha,em Bujan,
   No pasto vazio brilha a lua,deitada sobre um ashstock,
   Em uma madeira verde,em um vale sombrio,
   Para o estoque vagueia o lobo peludo,
   Gado com chifres em busca de suas afiadas presas brancas,
   Mas o lobo entra não na floresta,
   Mas o lobo mergulha não para o vale sombrio,
   Lua,lua,lua chifres de ouro,
   Verifique o vôo das balas,pare as facas dos caçadores,
   Quebrar "cudels" dos pastores,
   Lançar medo selvagem em cima de todos os bovinos,
   Sobre os homens,todos os répteis,
   Que todos eles não possam pegar o lobo cinzento,
   Que não possam rasgar sua pele quente,
   Minha palavra é de ligação,mais vinculativo do que o sono,
   Mais vinculativo que a palavra de um herói!
         Então ele nasce três vezes sobre a árvore e corre para dentro da floresta transformado em lobo.
         O feitiço só irá funcionar se você possuir total fé no que está fazendo,se desprenda de tudo que é mundano,com exceção do animal especifico!


Os Garou:
       Os Garou são uma raça de lobisomens filhos da Mãe Terra,Gaia,criados para proteção e guia dos humanos,são o que chamaríamos de lobisomens bons(quando querem),podem se controlar e se transformar quando precisarem.
       Eles são crianças normais até que em algum momento entre seus 10 e 16 anos tem sua primeira transformação,a partir dai são guiados a um rito de passagem especifico,até  que estejam prontos,e se tornem verdadeiros Garou.
       Não se reproduzem uns com os outros,somente com humanos ou lobos(segundo pesquisas).Nunca Garou com Garou.
       São lobisomens que seguem rituais rotineiros em oferenda a Gaia,e sua única diferença dos lobisomens tradicionais é que eles teriam total raciocínio durante a transformação.

Peeira:
       Um tipo de lobisomem fêmea,originaria de lendas de Portugal,é um ser que geralmente se torna líder da alcateia no lugar do Alpha.Seria uma mulher,que ao se tornar lobisomem,acaba por ser um ser bem mais evoluído,possuindo capacidade de comandar com sabedoria seu grupo.
       É totalmente magica,podendo controlar alcateias inteiras de lobos e de conversar com lobos facilmente.


Hierarquia licantrópica:
       A hierarquia dos lobisomens é a mesma dos lobos,com o Alpha como líder,e os omegas ou betas como seus subordinados,a única diferença entre hierarquia dos lobos e dos lobisomens é a de que se houver uma fêmea no bando dos lobisomens,ela se torna a Alpha que manda no Alpha.


      
Animagia:

       No universo de Harry Potter,e em alguns pontos da vida real,há aqueles magos ou feiticeiros de que tanto ouvimos falar,o animago nada mais é do que um desses bruxos, mas que pode voluntariamente se transformar em um animal qualquer,usando a animagia esse mago poderia se tornar, por seu próprio querer,em um lobisomem ou lobo,o que de acordo com diversos tipos de cursos de magia,somente um iniciado em magia de alto nível seria capaz de se transmutar em um animal.
       Mesmo com essa barreira de ter que ser iniciado,se houverem bruxos devem também existirem os homens-lobos.

Relatos:
       Não tenho nenhum relato para ser postado por mim mesmo a não ser um relato antigo de minha própria família há quase 50 anos atrás!
       "Era noite,quase dez horas,a casa cheia,meu avô,minha avó e seus cinco filhos,todos estão quietos lá,até que por algum motivo,meu segundo tio mais velho João saiu para fora,somente com Nice,minha outra tia o acompanhando.Eles passaram um bom tempo lá fora,a lua cheia se via no céu,quando que quase sem aviso algum,sons foram ouvidos,como um cavalo ao correr,passos pesados,do chiqueiro ao lado da casa os porcos grunhinham, estavam sendo atacados.Meus tios correram assustados para dentro,quando a besta passara na frente da janela,com um porco em suas mãos,devorando-o e despedaçando-o,quando o lobisomem olhou para eles,ele largou o porco no chão e correu para a mata,foi quando meu avô achou o facão,mas a fera já se encontrava longe,era tarde demais",essa foi a história que meus pais me contaram quando eu era pequeno,eles juram que foi real.
       Se postasse outro relato,estaria fraudando,então deixo vocês só com esse por enquanto!
       
       Bom galera,já deu pra perceber que os lobos inspiraram os lobisomens e que os lobisomens estão ligados fixamente ao nosso passado,só resta uma coisa a ser perguntada,depois de tudo que foi dito...Você,acredita em lobisomens?
       Essa questão é só por sua conta!Ficando por aqui,e revelando o resultado da votação do Post Especial de Dezembro,foi sobre Curiosidades Sobrenaturais,esperem esse,o post de Natal,e os novos marcadores Nat Geo,History,Discovery ,Syfy e Bio,dos canais de Tv por assinatura com conteúdo sobrenatural,dessa vez sem datas marcadas pra não haver atrasos,esse mês vai ter muita coisa boa!Vou ficando por aqui hoje,até a próxima galera!  
                                                                                    R.F.Moreira.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Espírito do lobo

       Poesia e desenho por R.F.Moreira...
       "Poesia,a escrita escrita com divino dom,
         Poucas palavras,ditas sob silencioso som,
         Nascemos de poesias,
         Tal qual as palavras ditas em sete dias..."
                                                   R.F.Moreira.

         Quando o lobo uivou,chorei,
         E quando se calou,a mim mesmo mudei,
         Pois triste aquele lobo eu era,
         Depois,meu mundo entrou em nova Era,
         Do mais fundo me calei,
         Aí,se ainda era eu não sei.

         Do bosque sombrio,de medo e terror,
         Os sinos tocavam ao meu louvor,
         Não deveria ser louvado,
         Quão ingênuo hoje sou?
         Quanto fiz acreditarem em alguém que já mudou?
         Ainda sou aquele lobo,em que ninguém acreditou!

         Sangue e dor molharam meu coração,
         Prefiro sentir dor,do que fingir ter compaixão,
         Almas que fiz sofrer,
         Mortes que fiz acontecer,
         Não era eu,eu era lobo,
         Mas se sou lobo,eu,o lobo,ou quase os dois?

         Ninguém pode me responder,
         Quando o lobo aprisionei,eu quis sofrer,
         Hoje o liberto,pois ninguém mais pode ver,
         A diferença entre eu lobo,e o meu próprio ser,
         Há a diferença,de espírito homem não sou,
         Porque o espírito do lobo já me dominou!
                                                             R.F.Moreira.
       Por hoje deixo vocês com essa poesia e esse meu desenho, espero terem gostado,e reflitam sobre a primeira poesia,fico por aqui,até a próxima galera!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

New vídeos

                                
       Voltei galera,minhas novas seleções de vídeos para vocês apreciarem,só que dessa vez,envolvem vampiros,e são mais que 3 vídeos,confiram e comentem qual o melhor!
       Mais um vídeo com imagens marcantes e uma musica espetacular;
      
       Um vídeo editado que não deixa quase nada a desejar;
       Lobos tristes,embora melancólico,ficam imagens muito belas,algumas pelo menos;
       Primeiro vídeo sobre Vampiros mostrado aqui,pra quem gosta,segue abaixo um vídeo extraordinário;

  
       Essa é pra quem gosta de ação,e um romance digamos bem "sanguinário"[rsrs];

          Por hoje é só,qual você mais gostou?Comente,escolha seu favorito!Vou ficando por aqui,até a próxima pessoal!
                                                                    R.F.Moreira.
Loading...